O Banco de Portugal dá mais do que parece. E Siza alia-se à CIP (contra Centeno)

Finalmente, um ano depois, está assinado o contrato de aquisição da Comporta. E no Expresso há divórcios amigáveis com jornalistas em curso.

O Banco de Portugal é uma ‘cash cow’ do Governo, já foi em 2019 com dividendos de 645 milhões de euros, e prepara-se para voltar a ser no orçamento de 2020. E, os dividendos do próximo ano, que resultarão dos lucros do Banco de Portugal em 2019, não deverão sofrer um corte da ordem dos 100 milhões de euros, provavelmente metade disto, portanto, um valor…

This post is for paying subscribers