Guerra pela cadeira de governador do Banco de Portugal. E na política, também

Já há uma solução para o Web Summit (se a Fundação AIP não mudar de ideias).

O país vai entrar (já está na verdade) em modo eleitoral. E não estou a pensar nas legislativas (já lá vamos), mas no Banco de Portugal. O mandato do atual governador está a caminhar para o fim, na verdade já terminou, mas Carlos Costa está ainda formalmente em funções, até maio/junho do próximo ano. E quem será o senhor, ou a senhora, que se segue?

Há d…

This post is for paying subscribers